O número de eleitores no concelho de Coimbra aumentou 1% entre as eleições autárquicas de 2009 e as de 2013. Há quatro anos eram 127.655 os cidadãos com direito a voto e agora são 128.916.

O aumento, no entanto, engloba realidades distintas: há zonas do concelho que mantêm o crescimento demográfico, ao mesmo tempo que outras continuam a definhar.

 

AS FREGUESIAS QUE CRESCEM

O maior crescimento verifica-se na nova União de Freguesias (UF) de Assafarge/Antanhol, que vê o número de eleitores aumentar 9%. Seguem-se Santo António dos Olivais (6%), a UF de Eiras/S. Paulo de Fardes (5%),  Cernache, UF S. Martinho de Árvore/Lamarosa, UF Taveiro/Ameal/Arzila e UF Trouxemil/Torre de Vilela, todas com crescimento na casa dos 3%. A UF Souselas/Botão cresce 2% entre 2009 e este ano.

 

CENTRO DA CIDADE PERDE 9% !!!

Do lado contrário, entre as freguesias que perdem eleitores (logo, habitantes), o destaque vai para a denominada UF Coimbra, que engloba as antigas freguesias da Sé Nova, Almedina, Santa Cruz e S. Bartolomeu: no conjunto, perdem 1.299 eleitores, correspondentes a quase 9% dos cidadãos recenseados há quatro anos.

Outra zona que perde significativamente habitantes é a parte SE (Sudeste) do concelho: Ceira perde 7%, Torres do Mondego 6%, Almalaguês 5% e a UF Santa Clara/Castelo Viegas outros 5%. Do outro lado do mapa, S. João do Campo perde igualmente 5% dos eleitores desde as últimas eleições autárquicas.

 

AS 5 MAIORES FREGUESIAS

Santo António dos Olivais – 35.033

UF Eiras / S. Paulo de Frades – 15.481

UF S. Martinho do Bispo / Ribeira de Frades – 14.105

UF Coimbra – 13.687

UF Santa Clara / Castelo Viegas – 10.746

 

AS 5 MAIS PEQUENAS

Brasfemes – 1.784

S. João do Campo – 1.874

Torres do Mondego – 2.116

S. Silvestre – 2.586

UF Antuzede / Vil de Matos – 2.799

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here