O Orçamento do Estado toca-nos a todos, seja pela via dos salários, seja pela dos impostos directos e indirectos.

Trata-se de um documento inintelegível para a maioria dos cidadãos (eu incluído) e que, por isso, carece da “tradução” de especialistas para linguagem comum.
O “Jornal de Negócios” faz esse trabalho na edição de hoje, dedicando ao tema cerca de duas dezenas de páginas. Uma edição com muito para ler e… tentar perceber.
Publico aqui algumas imagens retiradas do “Jornal de Negócios”.
Para quem goste de saber mais, a PricewaterhouseCoopers – Portugal tem disponível um documento em “pdf”, intitulado O essencial do OE 2014, que pode ser descarregado gratuitamente em
http://www.pwc.pt/pt/pwcinforfisco/orcamento-estado/2014/analise_proposta_pwc.jhtml
O “Diário Económico” disponibiliza no seu sítio na internet um simulador para os funcionários públicos saberem a dimensão dos cortes nos respectivos salários. Está aqui:
http://economico.sapo.pt/noticias/simulador-calcule-quanto-vai-encolher-o-seu-salario_179446.html
Leiam, analisem e comprovem como o Estado (esse glutão insaciável) se prepara para meter – ainda mais – a mão nos nossos bolsos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here