O Facebook é propício a textos curtos, enquanto o blogue parece destinado a acolher prosas mais elaboradas.

Volta e meia, escrevo no “Face” o resultado de algumas reflexões sobre a actualidade. São PENSAMENTOS disto e daquilo, uns mais cáusticos outros mais humorados.

São algumas das reflexões redigidas entre Agosto e Outubro, reflexões de meia-estação, que hoje aqui trago.

PENSAMENTO MATINAL-SINDICAL

É ridícula a obsessão da CGTP pela Ponte Sobre o Tejo, que ontem foi Ponte Salazar, hoje é Ponte 25 de Abril e amanhã não se sabe o que será. (16 de Outubro)

PENSAMENTO… COMERCIAL

Ir ao Continente comprar bilhetes para o futebol é como entrar numa sapataria e pedir uma dúzia de sardinhas. (11 de Outubro)

PENSAMENTO… MOTORIZADO

Se for ao Fórum ou ao Dolce Vita tenho estacionamento garantido e não sou obrigado a comprar nada.

Se for ao hospital, não tenho estacionamento e sou obrigado a pagar taxa moderadora. (10 de Outubro)

TAREFA PARA HOJE

Procurar a ética republicana. (7 de Outubro)

5 DE OUTUBRO

Dou comigo a pensar que a nossa República está cheia de cortesãos. (5 de Outubro)

PENSAMENTO PÓS-ELEITORAL

As minhas segundas-feiras seguintes às eleições são rigorosamente iguais às sextas-feiras anteriores. Há 38 anos. (30 de Setembro)

REFLEXÃO POLÍTICA matinal

Quando Coelho, Seguro, Jerónimo, Portas e Catarina andam pelo país, a propósito das eleições autárquicas, a enviar recados uns aos outros, o que todos demonstram é uma enorme falta de respeito pelos cidadãos. 

Portugal continua a ser Lisboa. O resto é paisagem. (24 de Setembro)

PENSAMENTO DE SEGUNDA-FEIRA DE MANHÃ

O Verão mais frio dos últimos 100 anos nunca mais acaba.

Já estou farto de tanto calor.

[E parece que o Outono irá pelo mesmo caminho.] (16 de Setembro)

PENSAMENTO SOBRE FUNÇÃO PÚBLICA

Se o Governo pretende reduzir pessoal na Função Pública pode começar por rescindir com os milhares de boys e girls com que os vários partidos têm infestado os serviços.

[Podemos ajudar a fazer a lista. Todos conhecemos vários casos…] (30 de Agosto)

MORAL DE ESQUERDA

(com uma valente gargalhada)

Uma das coisas que há muito me causa urticária é a sobranceria de sectores ditos esquerdistas, que se arrogam uma superioridade cultural, moral, política, etc.

Eles é que sabem, eles são mais cultos, são mais inteligentes, são mais instruídos, são mais sérios intelectualmente, eles são… uma espécie de “deus”. (31 de Agosto)

REFLEXÕES DE UM PROVINCIANO

O país arde a Norte e a Câmara de Lisboa ocupa centenas de bombeiros num simulacro no Chiado.

Não há aviões para combater os fogos florestais e um ministro lisboeta compra… submarinos. (29 de Agosto)

SIMULACRO NOJENTO

Com o país a arder, a Câmara de Lisboa promoveu hoje um simulacro do incêndio do Chiado, envolvendo 300 homens e 80 viaturas.

Poucas horas depois do funeral da jovem bombeira morta pelas chamas.

Ao fim de 25 anos, ainda não se conhecem as causas do incêndio no Chiado. Mas sabe-se que as floreiras colocadas pela Câmara impediram um combate eficaz às chamas, porque os carros dos bombeiros não podiam passar.

Por tudo isto, António Costa, a ideia [da Câmara] de comemorar os 25 anos da destruição do Chiado é um verdadeiro nojo.

Um nojo… nojento, ouviu, António? (25 de Agosto)

REFLEXÃO (confusa) DOMINGUEIRA

Carvalho da Silva (CGTP) sai devagarinho do PCP.

João Proença deixa a UGT e passeia-se com estrondo no PS.

 

Da vida de Álvaro Cunhal nada se sabia. Nem sequer a casa onde morava.

Agora publicam-se livros que querem mostrar um conimbricense como os outros. (25 de Agosto)

REFLEXÃO MATINAL

(numa serra do distrito de Coimbra)

O ministro da Administração Interna anunciou que a partir de hoje haverá 200 militares a vigiar as florestas.

O número está errado. Deveriam ser… 228.

Porque hoje é 22/8. Sim, 22 de Agosto. (22 de Agosto)

BREVE REFLEXÃO POLÍTICA

PS e Bloco de Esquerda avisam que, caso Cavaco Silva promulgue o diploma das 40 horas de trabalho na Função Pública, irão suscitar a constitucionalidade do diploma.

Será isto uma pressão sobre o Presidente da República?

Ou só as declarações de Passos Coelho constituem pressão sobre o Tribunal Constitucional?

Já agora: serão altas ou baixas pressões? (19 de Agosto)

REFLEXÃO FUTEBOLÍSTICA

(porque hoje é domingo)

Uma coisa é gerir, outra coisa é dirigir.

Uma coisa é ser gerente, outra coisa é ser dirigente.

Luís Filipe Vieira prova que não passará de um gestor.

O Benfica está sem treinador (como escrevi em Maio) e já deve ter perdido um campeonato que ainda não começou. (11 de Agosto)

REFLEXÃO JORNALÍSTICA

Os jornais são escritos por profissionais cada vez mais jovens (porque mais baratos) e lidos por pessoas cada vez mais idosas (porque habituadas às notícias em papel).

O “desencontro” provoca resultados facilmente previsíveis.

Maus resultados, claro. (3 de Agosto)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.