O blogue completou este fim-de-semana um mês de existência, período durante o qual foram publicados 22 textos e registadas 9.100 visualizações de página.
Os textos mais lidos foram os seguintes:
  1. Eleições históricas em Coimbra
  2. Os jornais de Coimbra e as eleições
  3. Presidentes da Câmara de Coimbra (1976-2013)
  4. Obras públicas e cheiro a corrupção
  5. Um texto que fala de mim (aos 18 anos)
  6. Adeus, minha querida
  7. Da paixão pelos jornais
  8. Abstenção à beira da maioria
  9. CARTA (póstuma) A LUIZ GOES
10. Coimbra cresce: são 128.916 os eleitores
Quanto a comentários, ultrapassaram as seis dezenas os que foram escritos no blogue. Muitos mais foram feitos no Facebook, onde os vários textos foram anunciados.
E há quatro que ficaram no congelador, um dos quais com muita pena minha, porque foram produzidos por anónimos. [Eu identifico-me e, por isso, o mínimo que exijo a quem visita o blogue e quer comentar é que se identifique também. Mesmo assim, alguns comentários de anónimos foram publicados, porque não eram ofensivos para ninguém.]
Por mensagem privada recebi algumas sugestões de temas a abordar, que agradeço e que tentarei concretizar logo que possível.
Como curiosidade, os acessos ao blogue foram realizados a partir dos seguintes sistemas operativos:
Windows – 6.552 (71%)
Macintosh – 731 (8%)
iPad – 576 (6%)
iPhone – 450 (4%)
Android – 391 (4%)
Quanto a navegadores, os acessos partiram dos seguintes:
Chrome – 3.878 (42%)
Firefox – 1.843 (20%)
Internet Explorer – 1.661 (18%)
Já sobre países, os números são mais curiosos, especialmente devido aos… EUA:
Portugal – 7.400
Estados Unidos – 1.111
Reino Unido – 75
França – 54
Indonésia – 53
Brasil – 49
Rússia – 45
Angola – 33
Suíça – 26
Alemanha – 25
Ao longo deste mês, tentei publicar um texto logo pela manhã, de segunda-feira a sexta-feira. É uma responsabilidade que continuarei a assumir enquanto puder, embora o horário de publicação possa avançar pelo dia.
Em breve, por outro lado, será feita uma reformulação gráfica, a partir da oferta de um amigo. Confesso que não gosto especialmente do grafismo actual, mas a verdade é que tenho pouco conhecimentos desta área. Tentei agora, no Centro de Emprego, inscrever-me num curso de design de páginas web, mas acabei num curso de inglês… 😉
Os objectivos continuam a ser os mesmos: abordar a realidade coimbrã, dedicando particular atenção à Comunicação Social, sem descurar a vida do país. E tentar fazê-lo sob prismas que não são os habituais.
A terminar, uma palavra de agradecimento a quantos por aqui têm passado. Muito obrigado.
E… participem!

Façam o favor de se sentirem em casa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here