Caro Mário,

Lutar por uma causa de eleição e de tamanha nobreza, desde que seja a prática de um jornalismo sério, objectivo e humano, apetece e engrandece a alma e dá vida… Num tempo de falsas promessas, de desvios, de politiqueiros, de maldosos, de bafientas ideias, de políticas estafadas, de ruinosas formas de governar e de tanta inquietação… um jornalismo interventivo, denunciador, com voz, com estatura, com sabedoria e com profissionalismo na língua, na ética e na estrutura da notícia ou nos outros géneros jornalísticos, é imperioso e deve ocorrer na defesa da nossa Gente.

O projecto “COIMBRA JORNAL” bem pode ser essa forma viva, actuante e comprometida do exercício pleno de um jornalismo de denúncia e de intervenção na e para a sociedade… Que os dedos nunca te doam para atingires esse fim e que não te falte a destreza mental, a capacidade intelectual e a força física para beliscares tanta “jogada” palaciana de grupos de malfeitores que, em Lisboa, cozinham “coisas e loisas” para se safarem e maltratarem o Povo que lhes deu “berço” para se alcandorarem a postos para os quais não estão talhados e não têm estilo… Coragem e muita determinação, porque os tempos são para reunirmos essas forças que nos devem animar a escorraçar, como no templo, um Senhor fez com os que, na época, tudo traficavam.

Saúdo-te e quero assistir ao “COIMBRA JORNAL” a denunciar, a mostrar, a recordar, a historiar, a apresentar “estórias”, a dar a palavra ao Povo, a colocar Coimbra no mapa, a intervir para desmontar, a noticiar, a reportar, a entrevistar gente boa da nossa gente, a opinar, a divulgar casos e acontecimentos, a manifestar ideais, a opor-se a afrontas, a servir, a eleger gente boa, a desancar em falsos profetas, em desacreditar tudo o que não contribua para a felicidade e a esperança da vida das pessoas…

Em frente, porque atrás segue uma plêiade de oportunistas destes tempos de “xicos-espertos”…

Abraço,

António

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here