web-Rita-Soares

Rita Soares: vida em contínua mudança

O livro de poesia MALDITA ESPERA, de Rita Soares, editado pela Chiado Editora, é apresentado hoje, sábado, às 15h00, em Coimbra, na Casa Municipal da Cultura. Especialistas afirmam que a obra «é um dos melhores livros de poesia de 2013».
Não será um simples lançamento, mas «um pequeno espectáculo», durante o qual a autora declamará  diversos poemas, um dos quais composto por 10 quadras e dedicado à cidade de Coimbra. O grupo de fados “Mensagem”, da Associação Académica de Coimbra, participará na sessão, apresentando três temas.
Nos três lançamentos já efectuados (em Santa Maria da Feira, Porto e Lisboa), o livro obteve reacções muito positivas por parte do público em geral, havendo quem afirme que os poemas serão musicados um dia.
A apresentação será feita pelo Prof. Doutor Manuel Ferro, da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, com o apoio da Dra. Carmen de Frias e Gouveia, igualmente da Universidade de Coimbra.

web-Convite-Coimbra

RITA SOARES na primeira pessoa

Nasci e estudei em Pedroso, Vila Nova de Gaia e actualmente resido em Fiães, Santa Maria da Feira.
Depois de ter terminado o 12.º ano, fui para Londres, onde me licenciei em Inglês pela Universidade de Cambridge.
De regresso a Portugal, inscrevi-me em Direito, mas não cheguei a terminar o curso.
Fui convidada pela Associação de Futsal de Porto para promover a modalidade do futsal feminino e dei início à competição com oito equipas. Permaneci na direcção do Deprtamento Feminino durante quatro anos, abandonando por volta de 1994.
Entretanto, fui trabalhar para Paris e lá permaneci durante 12 anos. Regressei a Portugal há três.
Nasci para a escrita, mas insistia na prosa. Contudo, nunca consegui terminar qualquer livro.
Em Maio de 2013, apeteceu-me escrever um poema e nunca mais parei. O “Maldita Espera” é o primeiro livro editado, mas já tenho mais dois livros terminados.
Escrever está-me no sangue, mas nasci poetisa. Dizem que, além de poetisa, tenho talento para declamar. A verdade é que onde quer que vá, as pessoas comovem-se e arrepiam-se.
Escusado será dizer que Coimbra é uma cidade que me inspira, onde me veria a viver um dia.

1 COMENTÁRIO

  1. Muito obrigada, Mário Martins e ao Coimbra Jornal pelo divulgação do evento.
    Será uma tarde inesquecível, tenho a certeza.
    Bem hajam
    Rita Soares

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here