web-Coreto

Coreto do Parque Dr. Manuel Braga. A vermelho está assinalada a placa que refere a “inauguração”

A “estória” é das tais que ninguém julgaria possível acontecer, mais a mais numa “cidade informada” como Coimbra. A acreditar numa placa colocada junto ao Coreto do Parque Dr. Manuel Braga, a estrutura foi inaugurada pelo anterior presidente da Câmara Municipal, Carlos Encarnação, em 22 de Março de 2007. Na realidade, porém, aquele Coreto já tinha sido inaugurado 103 anos antes, em 7 de Julho de 1904.

A construção do Coreto está bem documentada. Regina Anacleto publicou em 1983 um trabalho sobre o equipamento (“Mundo da Arte” n.º  14, de Junho de 1983, páginas 17 a 30).
O Coreto foi construído em 1904, sendo inicialmente colocado no denominado Cais das Ameias, junto à Avenida Emídio Navarro. A cerimónia de inauguração deve ter sido grandiosa, já que contou com a presença da Banda de Infantaria 14, de Viseu.
Trinta anos mais tarde, o Coreto foi transferido «da zona do antigo passeio público do Cais das Ameias para sudoeste, para uma zona mais central do parque», onde ainda hoje se encontra.

No entanto, a placa existente junto ao Coreto ignora todo este passado e  transforma uma estrutura mais do que centenária em algo com menos de uma década. Inacreditável.

A Câmara Municipal de Coimbra deve tomar medidas. A primeira das quais deve ser retirar de imediato a placa em questão. Depois, se conseguir apurar o nome do “técnico” (há quase sempre um “técnico” metido nestas coisas…) responsável pelo salto histórico de mais de 100 anos, deve classificá-lo de acordo com a qualidade demonstrada.

web-Placa

A placa que engana a História

3 COMENTÁRIOS

  1. De facto estará mal redigido, pois o que pressuponho é que tenha sido restaurado e que tal restauro tenha sido inaugurado…Mas de facto, falta saber quem redigiu e com que intenção. Tenho ideia desta «cerimónia» porque passei por lá e vi muita gente naquele local, mas segui…Ou talvez fosse outro evento de semelhantes contornos…
    Terá havido discurso do género: «Portugueses! É a 1ª vez que cá venho, depois da última vez que cá estive!» ?

  2. Coimbrices bacocas de quem gosta de ver o nome escrito numa placa. Eu, pequenita de 3 anos, chegada a Coimbra em 1960, tinha como presente de Domingo, ir com o meu avô ver os concertos da Banda Militar do (Quartel) 16, que eram apresentados nesse coreto. Tempos em que a cultura musical era valorizada e oferecida a toda a a população da cidade! E o meu avô sempre me dizia: “aqui está um bonito local para veres a música”!

  3. Tenho 58 anos a grande maioria vividos em Coimbra… Sempre me lembro de brincar naquele coreto. Lembro-me de ir até lá com uma tia já de idade e ali passava a tarde com muitas mais crianças… Uma das brincadeiras preferidas era mesmo subir e descer as escadas do dito coreto…Ao domingo fui lá muitas vezes com o meu pai que adorava sentar-se num banco próximo a fumar o seu cigarro e a ouvir os concertos da Banda Militar ou de algumas Filarmónicas… Ali aprendi ainda muito pequenina a apreciar aquele género de música… Ao ver agora a foto da placa de inauguração do coreto só pergunto…Eu sonhei que aquele coreto existia ou alguém anda a enganar as pessoas?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here