logo-Margem-Esquerda

O ano de 2014 começou com grande actividade numa área que poderemos denominar de “Comunicação Social online”. Logo na madrugada do dia 1, às 0h08, nasceu este COIMBRA JORNAL. Ainda no dia 1 apareceu o “Notícias da Lousã“. Nos dias seguintes, o “Diário As Beiras” alterou a imagem do seu sítio na Internet e o “Campeão das Províncias” criou um novo espaço na rede, um blogue, o “Tiradas de Campeão“.

Entretanto surgiu um novo projecto, denominado “Margem Esquerda“, que inclui portal, “newsletter” e emissão de rádio 24 horas por dia. Basta clicar no “link” e terá uma agradável companhia. O rosto principal do projecto é o jornalista Mário Nicolau, que trabahou ultimamente no Diário As Beiras e na Revista C.

Mario-Nicolau

Mário Nicolau aos comandos da rádio Marguem Esquerda

O jornalista, desempregado, explica como tudo começou: «Como estou no congelador [desempregado], fui convidado para construir o braço de comunicação da Associação Margem Esquerda, que será formalizada durante este mês de Fevereiro. É uma associação sem fins lucrativos, que desenvolverá iniciativas na área social, cultura/tradições, turismo, gastronomia e atividade desportiva, na vertente de lazer, e a que estão ligadas pessoas de vários sectores de actividade e quadrantes políticos».

E continua: «No meu caso, estão a proporcionar-me um repouso activo, como os futebolistas, de modo a que, quando chegar a hora, entre em campo nas melhores condições. Além do portal, que inclui texto, fotos, a rádio e o canal vídeo, pagino, escrevo e fotografo para a “newsletter” da Associação, com o título “Nós por cá” e que tem as pessoas sem acesso à web como público-alvo, nomeadamente os idosos, que me desafiaram a criar uma “coisa em papel que se pudesse ler”.

«No fundo, é obra de um conjunto de amigos que têm pena – eles não me dizem, mas eu percebo – da minha ausência das lides jornalísticas, o que os levou a juntar o útil ao agradável… E eu cá estou, motivadíssimo, a crescer como paginador – eheheh!!! – e a fazer o que tanto gosto, que é contar histórias, acordar as consciências. No fundo, escrever a vida!», conclui Mário Nicolau.

Newsletter

Capa da “newsletter”

1 COMENTÁRIO

  1. Somos de uma estirpe que não morre facilmente. Eles tentam, mas nós resistimos. Jornalistas voluntários pela causa da Informação.

    Obrigada Mário Martins, pela referência.

    Força Mário Nicolau, para o novo projecto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here