web-Personalidades

Impressionante. É esta a palavra que melhor define o que está a suceder em Coimbra nos últimos anos: personalidades de diversos sectores assumem posições de relevo na vida nacional. [Com uma excepção, a Política, apesar do actual  primeiro-ministro ter “Sé Nova – Coimbra” como naturalidade no bilhete de identidade.] E muitos outros suscitam a atenção dos “media”.

O ex-bastonário dos advogados (António Marinho) e o bastonário dos médicos (José Manuel Silva) são “made in Coimbra”. Tal como o provedor de Justiça. A nova bastonária dos advogados, Elina Fraga, tirou aqui o curso. Olhando as próximas eleições europeias: Marisa Matias (Bloco de Esquerda) e António Marinho (Movimento Partido da Terra) são os primeiros candidatos conhecidos. E são ambos personalidades da vida coimbrã.

Mário Nogueira, líder da Fenprof, chegou à cidade por volta dos 18 anos de idade, cá tirou o curso, na Escola do Magistério Primário, e por cá ficou. É uma personalidade de “nível nacional”. O novo director de informação da RTP, José Manuel Portugal, tem toda a “vida activa” ligada a Coimbra. Idem, idem quanto ao reitor da Universidade, que foi aluno do Liceu D. João III. E o novo secretário-geral da UGT, Carlos Silva, também tem fortes ligações à cidade e à região.

Mas não só. As referências a Coimbra nos “media” nacionais são quase diárias – embora nem todas delas o sejam por bons motivos. No curto espaço de duas semanas, a RTP veio a Coimbra apresentar o “Prós e Contras”. O primeiro sobre a Praxe, o de ontem sobre a Saúde. Os HUC foram classificados em 1.º lugar no “ranking” dos hospitais portugueses. Na área desportiva, tem estado em destaque nas notícias dos últimos dias o coordenador dos observadores dos árbitros de futebol, o conimbricense Emídio Fidalgo. No passado sábado, Miguel Sousa Tavares referiu-se na crónica do “Expresso” a três professores de Direito conimbricenses: Calvão da Silva, Costa Andrade e Figueiredo Dias. O “Diário de Notícias” de hoje fala de Paulo Pereira Coelho «técnico especialista para a diplomacia económica» do actual Governo, num texto intitulado “Empresário à borla para assessorar diplomacia económica”. E na semana passada o “Correio da Manhã” deu relevo de primeira página ao presidente da Comissão de Coordenação, o também professor universitário Pedro Saraiva.

Isto para não falar das reportagens televisivas sobre a Sanfil (SIC) e sobre as escolas com contrato de associação com o Estado (TVI) que levaram o nome de Coimbra a entrar em casa de milhões de telespectadores. Tal como, aliás, sucedeu com a repetida inundação do Parque Verde pelas águas do Mondego. Ou, há alguns meses, com a declaração da Universidade como “património da Humanidade”. Ou, ainda, das várias presenças de Helena Freitas nas páginas de jornais e nos canais de televisão, como aconteceu ainda hoje no “Praça da Alegria”, para falar do protocolo estabelecido com o Parque da Gorongosa (Moçambique).

Em conclusão: Coimbra tem estado, como há muito não sucedia, na primeira linha da informação em Portugal. O que será, talvez, um bom motivo de estudo para especialistas da área da Sociologia.

ADITAMENTO (em 19 de Fevereiro, 20h30)

Embora o texto acima publicado não tenha o intuito de ser exaustivo, há dois nomes que merecem ser acrescentados: Manuel Machado e Rodrigo de Matos.

O político socialista foi eleito presidente da Associação Nacional dos Municípios Portugueses, protagonizando assim um salto gigantesco depois de ter conquistado a presidência da Câmara de Coimbra com a menor votação de sempre, tanto em termos absolutos (número de votos) como em termos relativos (percentagem).

O cartoonista do “Expresso”, que se licenciou em Jornalismo na Universidade de Coimbra, arrecadou recentemente os 8.000 euros do Grande Prémio Press Cartoon Europe com um trabalho, publicado no semanário Expresso em Novembro do ano passado, sobre futebol e a crise económica portuguesa.
Rodrigo de Matos tem uma história de vida fascinante. É um português de Angola, viveu 15 anos no Brasil, completou o ensino secundário em Portimão, licenciou-se em Coimbra, trabalhou alguns anos como jornalista, foi para Espanha «onde se diplomou com distinção no curso de Ilustração Editorial e de Imprensa», em Madrid, é colaborador permanente do “Expresso” e… vive em Macau (China).

cartoon Rodrigo de Matos

O cartoon com o qual Rodrigo de Matos conquistou o  Grande Prémio Press Cartoon Europe

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here