web-JESimoes

O “Campeão das Províncias” acaba de noticiar que «um recurso interposto pelo presidente da Académica/OAF, José Eduardo Simões, no sentido de ver declarada a prescrição do crime por que foi condenado por corrupção passiva, foi indeferido pelo Tribunal da Relação de Coimbra».

Mais pormenores aqui, onde poderá acompanhar o desenvolvimento do caso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here