O balanço que se pode fazer da ação do PSD até agora está longe de ser grandioso: nem fez o que devia na reforma do Estado, nem conseguiu demonstrar que era diferente (com o caso Relvas tornou-se igual), nem conseguiu provar a boa parte da população que o caminho de Sócrates era verdadeiramente insustentável. Para muitos, a chegada de Passos Coelho ao poder é uma tragédia que não deixarão de fazer sentir nas urnas de forma bastante viva. E tudo isso resulta, apenas, do súbito desejo de poder de Marco António. (Texto completo: http://expresso.sapo.pt/marco-antonio-e-a-vertigem-do-poder=f866055#ixzz2zFy8e5HZ)

web-HMonteiro

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here